41 3372 6943

Santa Felicidade

41 3234-1616

Bigorrilho

contato@aprendizagemcerebral.com.br

BIOFEEDBACK

Biofeedback é uma técnica que utiliza instrumentos que fornecem feedback de respostas fisiológicas objetivando aumentar o controle voluntário sobre esses processos.

As modalidades de biofeedback podem ser divididos em:

Periférico:
eletromiografia, resposta eletrodermal,  variabilidade cardíaca, temperatura, resposta galvânica da pele, etc.
Central (Neurofeedback): eletroencefalografia e hemoencefalografia (HEG)
O Biofeedback periférico é geralmente utilizado para criar estratégias para o equilíbrio do sistema autônomo (simpático e ​parassimpático), sendo muito útil no controle do estresse e transtornos de ansiedade.
Neurofeedback (NF) ou seja biofeedback  por eletroencefalografia está relacionado ao paradigma do condicionado operante, no qual um  indivíduo aprende a influenciar a atividade elétrica (frequência, amplitude ou sincronização) de suas ondas cerebrais. A atividade elétrica do cérebro é transmitida ao computador que é refletida em sinal perceptível (visual e/ou auditivo) e está relacionada  ao ensino de habilidades através da feedback positivo.


Tipos de Biofeedback Periferico
Biofeedback cardiovascular:  Mede a frequência cardíaca. Este tipo de feedback tem sido utilizado para o controle da ansiedade.
Um sensor é colocado no dedo e capta o batimento cardíaco, através de analises estatísticas realizadas no computador podem ser mostradas ao indivíduo por meio de gráficos ou mídias (jogos, vídeos, entre outras).
O processo de auto-regulação evolui de diferentes formas para cada pessoa. De um modo geral a pessoa inicia percebendo suas sensações e observando alterações nos gráficos. O objetivo principal é aumentar a Variabilidade Cardíaca que tem como consequência o equilíbrio do sistema autonômico (simpático e parassimpático), refletindo em melhoras na qualidade de vida.
Este método é indicado para:




Eletromiografia ⇒ Mensura a atividade elétrica dos músculos esqueléticos. É usado para relaxamento geral


Temperatura ⇒ Mensura o fluxo sanguíneo na pele. Quando os pequenos vasos na pele se dilatam, o fluxo sangüíneo e a temperatura aumentam, e quando esses vasos se contraem, o fluxo sangüíneo e a temperatura diminuem. Os vasos dos dedos são sensíveis ao estresse (vasoconstricção) e ao relaxamento (vasodilatação).


GSR(Galvanic Skin Response) ⇒ A resposta galvânica da pele ocorre devido às variações em sua capacidade de conduzir pequenas correntes elétricas. Estas variações ocorrerão devido à maior umidade (estresse) ou menor umidade (relaxamento);


Freqüência respiratória ⇒ A alta frequência respiratória é um indicador de ansiedade.